​​Investigação rigorosa e profunda da historiografia do episódio e factos históricos associados e colaterais, atendendo que este revela uma imagem muito clara e relevante para a historiografia da I Grande Guerra, quer no plano nacional como internacional.

1. Investigação rigorosa e profundamente a historiografia do episódio e factos históricos associados e colaterais, atendendo que este revela uma imagem muito clara e relevante para a historiografia da I Grande Guerra, quer no plano nacional como internacional;

2. Na sequência da componente historiografia, desenvolver a componente arqueológica, através de um estudo arqueográfico de profundidade adequada à cronologia e estado de conservação dos destroços. Neste estudo, pretende-se fundamentar ou descartar, a correlação destroço-navio, exercício da maior relevância arqueológica e histórica, inédita até ao momento no que respeita aquele conjunto de destroços. Integrar-se-á nesta componente, o estudo arqueológico da tecnologia de propulsão da época, importante contributo para a Arqueologia Industrial daquela cronologia;

3. Localizar um dos 4 navios afundados pelo U35, naquele mesmo episódio, até aqui não localizado, o Lugre Bienaimé Prof. Luigi;

4. Na sequência e consequência, redigir e publicar uma monografia dedicada, quase 100 anos após a ação do U35 e do afundamento daquele relevante conjunto de navios.


Parceiros


Financiamento
Comissão Coordenadora das Evocações do Centenário da I Guerra Mundial (MDN)


POC CINAV
CMG M Alves Salgado - (email: alves.salgado@marinha.pt)