O Comodoro Mário José Simões Marques nasceu em Lisboa, em 1963.

Ingressou na Escola Naval, em 1980, tendo concluído a Licenciatura em Ciências Militares Navais, Marinha – Ramo de Electrónica, em 1985.

Após a conclusão do estágio de embarque e da promoção ao posto de Guarda-Marinha, em Outubro de 1985, desempenhou as funções de Oficial Imediato a bordo do NRP “Cacine”.

Após a conclusão do curso de Especialização em Electrotecnia, em 1987, foi indigitado para integrar a primeira guarnição do NRP “Vasco da Gama”, tendo concluído diversos cursos de formação e integrado a equipa de key-personnel que acompanhou a conclusão da construção e os testes de aceitação do navio. Desde a entrada do navio ao serviço da Marinha Portuguesa, em 18 de janeiro de 1991, e por um período de 3 anos, desempenhou as funções de Chefe de Serviço de Manutenção de Electrónica e interinamente de Chefe de Departamento do Departamento de Armas e Electrónica. Durante este período o navio esteve envolvido num intenso programa operacional, destacando-se a participação, pela primeira vez por navios da MGP, no Operational Sea Training da Royal Navy, em 1991, e a integração na STANAVFORLANT, em 1992.

A partir de janeiro de 1994 iniciou uma comissão de serviço na Escola de Electrotecnia, tendo criado a edição nacional do curso do sistema de combate SEWACO para Chefes de Departamento e Chefes de Serviço e para Comandantes e Imediatos. Durante o ano de 1998 assumiu o cargo de Diretor da Escola de Electrotecnia.

Em 1995 lançou o projeto SINGRAR (Sistema INtegrado para a Gestão de pRioridades e de Afectação de Recursos), sendo o autor do modelo em que o sistema assenta. Chefiou a equipa de desenvolvimento até 2007. O sistema SINGRAR encontra-se em funcionamento nas Fragatas da Classe “Vasco da Gama” e “Bartolomeu Dias”.

De finais de 1998 a meados de 1999 foi Chefe da Secção de Sistemas de Informação, na Direção de Análise e Métodos de Apoio à Gestão, tendo cessado funções para frequentar o Curso Geral Naval de Guerra, em 1999.
No período de 1999 a 2001 comandou os NRP “Jacinto Cândido” e “António Enes”.

De finais de 2001 até ao início de 2007, foi Chefe da Divisão de Estudos Industriais e Logísticos, na Direcção-Geral de Armamento e Equipamentos de Defesa do Ministério da Defesa Nacional, período em foi Representante Nacional no NAMSO’s Logistics Committee, Representante Nacional no NATO’s Movement and Transportation Group, Representante do MDN no Comité de Planeamento Industrial de Emergência, do Conselho Nacional do Planeamento Civil de Emergência, Gestor de Programa dos programas de aquisição PRAS e Viaturas Blindadas de Rodas 8x8 e Chefe da Equipa Técnica do VBR 8x8 e Viaturas Táticas Ligeiras Blindadas.

Entre maio de 2007 e julho de 2010 assumiu o cargo de Oficial de Ligação junto do US Joint Forces Command (US JFCOM) , tendo sido Deputy National Director no Multinational Experiment 6 (MNE6), Representante Nacional no Projeto MNE6 “Logistics Information Sharing”, Participante em vários Limited Objective Experiments conduzidos pelo US JFCOM’s Joint Concept Development and Experimentation (JCD&E) Directorate (e.g., Joint Operational Environment 2007 /10, Noble Resolve 07/08, IASSA, SSTRO JOC, CWID, JOE, IW JOC, PDAAT).

No ano lectivo 2010/11 frequentou o Curso de Promoção a Oficial General, no Instituto de Estudos Superiores Militares.

Entre setembro de 2011 e setembro de 2015, desempenhou o cargo de Chefe de Gabinete do Superintendente do Material, tendo sido, entre outras atribuições, responsável pelo Sistema de Gestão Estratégica do sector do Material, editor da Diretiva Sectorial do Material de 2015 e de 2012, editor dos Planos de Atividade do sector do Material (2013 a 2016), editor dos Relatórios de Atividade do sector do Material (2011 a 2014), Coordenador da área Logística de Marinha do SIGDN, Chefe do Grupo de Controlo de Configuração dos Sistemas de Informação do sector do Material, Coordenador do Estudo para a reestruturação do sector do Material (2013), Coordenador do Grupo de Trabalho Arsenal do Alfeite – Marinha (2015) e Membro do Conselho Coordenador de Avaliação (SIADAP) de Marinha.

Foi promovido ao atual posto em 17 de setembro de 2015.

Desde 13 de outubro de 2015 vem exercendo as funções de Comandante de Apoio Geral do Estado-Maior-General das Forças Armadas.

O COM Simões Marques é Mestre em Engenharia Informática (1999), pela FCT/UNL e detém o Diploma de Estudos Avançados em Engenharia e Gestão (2012), pelo IST/UTL. Está a desenvolver a sua tese de doutoramento em Engenharia e Gestão, no IST/UL.

Tem desenvolvido atividade de Investigação e Desenvolvimento nos domínios da Investigação Operacional e da Inteligência Artificial (em aplicações centradas em processos de tomada de decisão em condições críticas - crise e gestão de emergência) e também em Modelling & Simulation e em Usabilidade.

Foi chefe da equipa de desenvolvimento e autor do modelo SINGRAR (um sistema pericial de apoio à decisão em situação de combate e emergência). Participou em diversos projetos de I&D nacionais e internacionais. É autor de dezenas de artigos, capítulos de livros e comunicações científicas nacionais e internacionais em temáticas relacionadas com as suas áreas de interesse.

Desde janeiro de 2016 é Chefe do Projeto I&D THEMIS (disTributed Holistic Emergency Management Intelligent System), financiado pelo MDN.

Desde 2013 é representante de Marinha no NATO Modelling and Simulation Group (NMSG) da NATO Science and Technology Organization (STO).

É investigador no CINAV/Marinha, desde 2013. Foi investigador no Uninova/UNL, de 2001 a 2012.
É membro da Armed Forces Communications and Electronics Association (AFCEA).

Da sua folha de serviços constam diversos louvores e condecorações militares nacionais e dos EUA. Foi ainda agraciado com a AFCEA International – Medal of Merit, 2014 e com a AFCEA/Portugal Chapter - Medal for Outstanding Service, 2014.