​A Primeiro-tenente Carla Pica nasceu em Almada, a 29 de abril de 1976. A Tenente Pica ingressou na Marinha em 2001, após a conclusão da licenciatura em Direito na Faculdade de Direito da Universidade de Lisboa e do estágio na Ordem dos Advogados.

Na Marinha desempenhou o cargo de assessora jurídica, na Superintendência dos Serviços Financeiros, Direção dos Serviços Administrativos e Financeiros Centrais, entre 2001 e 2011, desempenhando funções a partir de então no Estado-Maior da Armada, na Divisão de Recursos, no Departamento Jurídico Operacional e Internacional.

Durante o ano de 2012 e 2014, foi nomeada para o cargo de conselheira jurídica no estado-maior do Comandante Operacional Conjunto, tendo participado, nesta qualidade, na operação MANATIM, em 2012. Durante o ano de 2013 foi nomeada para o cargo de conselheira jurídica do estado-maior da Força de Reação Imediata e, durante o corrente ano de 2015, desempenha o mesmo cargo no estado-maior da Força Naval Portuguesa.

A Tenente Pica obteve o grau de Mestre (pré-Bolonha) em Ciências Jurídico-Políticas, na Faculdade de ​ Direito da Universidade de Lisboa. Pós-graduou-se em «Ciências Jurídicas» e em «Prática Forense e Assessoria de Empresas» na Faculdade de Direito da Universidade Católica e em «Direito e Cibersegurança» na Faculdade de Direito de Lisboa. A Tenente Pica frequentou ainda os seminários de Guerra de Informação, Direito da Sociedade de Informação e Crises no  Ciberespaço, do Curso de Guerra de Informação na Academia Militar, bem como o Curso de Especialização Jurídica na Administração Pública, no Instituto Nacional de Administração.

No âmbito das suas funções, é docente de Direito Internacional Marítimo no Instituto de Estudos Superiores Militares, ministrando ainda formação na área do Direito dos Conflitos Armados.​